Grupos de Atividades
Agropecuárias

O Brasil é um país com grande diversidade de solos e clima, o que permite a produção de vários tipos de culturas agrícolas e criações de animais. Abaixo disponibilizamos as particularidades dos grupos das diferentes culturas quanto alguns critérios de avaliação que podem ser utilizados para fazer comparação entre elas. 

Pêssegos

Frutas

O Brasil é um país com grande diversidade de solos e clima, o que permite a produção de vários tipos de frutas. É possível produzir frutas de mesa, que são comercializadas para consumo in natura, ou para a indústria, que são usadas para produção de sucos, doces, geléias, etc. 

Comercialização

As frutas são, de modo geral, bastante perecíveis. A comercialização pode ser feita com as indústrias processadoras ou em feiras e estabelecimentos de varejo. As oportunidades de comercialização dependem da escala de produção. É possível criar canais de comercialização direta ou por meio de intermediários. As negociações, muitas vezes, são feitas em centrais de abastecimento dos estados.

Tempo para a primeira colheita

O tempo necessário para formar o pomar e fazer a primeira colheita depende da espécie de fruta e da variedade. Algumas variedades de melancia podem ser colhidas a partir de dois meses após o plantio, enquanto um pomar de laranja leva cerca de três anos para ser formado. 

​Área mínima de cultivo

A área mínima para viabilizar o cultivo de frutas também varia em função da espécie. O cultivo de uva de mesa, por exemplo, pode ser viável em áreas de 1 ha. Já para o cultivo de frutas como banana, mamão ou citrus é interessante ter áreas maiores, por volta de 10 ha.

Estrutura Gerencial e de Mão de Obra

A produção de frutas é uma atividade bastante intensiva no uso de tecnologia e mão de obra, além de demandar uma excelente estrutura gerencial. A comercialização é um ponto chave para o sucesso do negócio e precisará ser planejada com cuidado.

Suporte de grãos

Grãos e Cereais

O Brasil é um dos maiores produtores de grãos e cereais do mundo e, em algumas regiões do país, é possível colher mais de uma safra por ano. Os grãos e cereais são utilizados para alimentação humana ou animal, na forma in natura ou após processamento pela indústria. Também podem ser utilizados para produção de óleos, farinhas e outros produtos. 

Comercialização

A maior parte da comercialização é feita com as indústrias, mas também podem ser comercializados com outros produtores para alimentação animal ou em feiras e estabelecimentos de varejo para consumo humano.

Tempo para a primeira colheita

Os grãos e cereais são culturas anuais, de modo geral, você fará a primeira colheita alguns meses após o plantio.

​Área mínima de cultivo

A área mínima para viabilizar economicamente o cultivo de grãos e cereais varia em função da cultura, mas você pode tomar como referência um valor acima de 20 ha.  

Estrutura Gerencial e de Mão de Obra

A demanda por mão de obra é baixa a muito baixa, visto que são culturas bastante mecanizadas, mas você precisará de uma boa estrutura gerencial para ter sucesso em seu negócio.

Abelhas no trabalho

Produção Animal

A pecuária é responsável pela produção de carne, leite, ovos, lã, mel e vários subprodutos. Ela pode ser dividida em produção de ruminantes (bovinos, caprinos, ovinos, bubalinos etc.) e de não ruminantes (suínos, aves, peixes etc). A produção de ruminantes é feita principalmente a pasto. Já os não ruminantes são criados, principalmente, em sistemas confinados. Há também a produção de mel de abelha.

Comercialização

O gado de corte (bovinos, ovinos, bubalinos etc) é comercializado com outros produtores (animais em crescimento, matrizes e reprodutores) ou com frigoríficos (animais para o abate). O leite (bovinos, caprinos etc) é comercializado com a indústria de laticínios. Dependendo da escala de produção, é possível também estruturar agroindústrias locais para comercialização direta do leite e seus derivados. Os animais de descarte da atividade leiteira são vendidos para outros produtores ou para frigoríficos. Os frangos de corte são produzidos principalmente em sistemas de integração com a indústria. No caso da produção de ovos, o produtor pode ter uma marca própria no mercado ou vender sua produção para outros produtores que comercializem os ovos. A comercialização de suínos é feita com outros produtores ou com frigoríficos e a de peixes com a indústria. A comercialização de mel pode seguir vários caminhos, a depender do volume de produção, da certificação do produto, embalagem e rotulagem e da sua forma de produção.

Tempo para a primeira colheita

No caso da pecuária, não se aplica o indicador “tempo para primeira colheita”. O tempo para conseguir comercializar os primeiros produtos varia bastante com o tipo de atividade, o nível de intensificação e a infra-estrutura inicial da fazenda.

​Área mínima de cultivo

A pecuária de corte demanda áreas mínimas maiores que a pecuária leiteira. A produção de suínos e aves normalmente é feita em galpões e exige áreas relativamente pequenas. Para produção de peixes é preciso ter estrutura de tanques ou represas na propriedade. A produção de mel deve ser feita em local com disponibilidade adequada de recursos florais.

Estrutura Gerencial e de Mão de Obra

A necessidade de estrutura gerencial e a demanda por mão de obra também variam bastante em função da atividade pecuária. A produção de leite, suínos, aves e peixes demanda uma estrutura gerencial mais bem estruturada que a produção de bovinos de corte. Além disso, a demanda por mão de obra é maior em sistemas de produção de leite que nas demais atividades. 

6.png

 A escolha assertiva da atividade agropecuária é um passo importante para o sucesso do fazendeiro. Por isso, é essencial entender como o clima e outras características da região influenciam suas escolhas!.

Vegetable Garden

Hortaliças & Outras

A maior parte das hortaliças é produzida em sistemas convencionais, mas está aumentando o mercado de produtos cultivados em sistemas orgânicos, hidroponia etc. São produtos bastante perecíveis e uma boa estrutura de comercialização é fundamental para o sucesso da atividade.

Comercialização

Os produtos podem ser comercializados para consumo in natura ou após processamento pela indústria. A comercialização dos produtos in natura é feita em feiras ou estabelecimentos de varejo e pode ser feita diretamente com o consumidor ou por meio de intermediários. As negociações muitas vezes são feitas em centrais de abastecimento.

Tempo para a primeira colheita

O tempo para primeira colheita varia em função do sistema de cultivo, da espécie e da cultivar, mas, de modo geral, ocorre alguns meses após o plantio.

​Área mínima de cultivo

É possível viabilizar o cultivo de hortaliças em áreas inferiores a 1,0 ha. O cultivo de produtos destinados à indústria exige áreas maiores para serem viáveis.

Estrutura Gerencial e de Mão de Obra

A horticultura, de modo geral, demanda bastante mão de obra e uma estrutura gerencial organizada. São atividades que demandam grande esforço de comercialização e planejamento.

Árvores altas

Lavoura Perene & Semiperenes

As lavouras perenes e semiperenes são caracterizadas pelos ciclos de vida mais longos. Permitem a produção de produtos bastante variados como café, borracha, óleos, celulose, combustíveis e lubrificantes.

Comercialização

A comercialização é feita principalmente com a indústria ou por meio de agroindústrias locais.

Tempo para a primeira colheita

O tempo para a primeira colheita varia em função da espécie e sistema de cultivo, mas geralmente demora alguns anos. No caso da cana de açúcar, ocorre a partir de um ano.

​Área mínima de cultivo

A área mínima de cultivo para lavouras perenes varia com a espécie. Lavouras de café podem ser viabilizadas a partir de 5 ha. Já para as lavouras de cana de açúcar, é interessante ter áreas a partir de 100 ha. 

Estrutura Gerencial e de Mão de Obra

A demanda de estrutura gerencial é média a alta. Algumas culturas demandam bastante mão de obra, como cacau e café, e outras apresentam demanda de mão de obra bastante baixa, como eucalipto.